Dois passos que poderiam mudar tudo...


Por JW Hunter (Traduzido por Ricardo Silva)

Esqueça o que você sabe sobre videogames, apague toda história de sua mente. Coloque-se como uma criança ou um pai nos anos de 1979, 1980 ou 1981 nos Estados Unidos. Como a maioria das pessoas naquela época, você não é tecnicamente informado. Você não sabe que os gráficos do Atari 2600 podem conter um pouco mais de detalhes do que os do Odyssey e nem que que os gráficos do Odyssey têm melhor animação fluida e solidez do que o do Atari 2600, ou que o Atari 2600 possui dois canais de áudio e mais sons em relação ao Odyssey que possuía um canal,  e nem que o Odyssey  tem mais memória expansível que o Atari 2600. Você é apenas um garoto ou um pai que quer um sistema de vídeo game em casa.

Agora, vamos dizer que a Magnavox (empresa que fabricava o Odyssey nos EUA) decide ser inteligente e investe milhões de dólares para licenciar exclusivamente  “Space Invaders” para o Odyssey  e o lança em 1980. (Eles poderiam ter produzido uma versão decente do jogo e para efeitos dessa história, vamos dizer que eles o fizeram.) Agora o Odyssey é o primeiro sistema de videogame doméstico a ter direitos exclusivos de um jogo de Arcade muito popular que está explodindo nos fliperamas americanos.

Então, em 1980, você está escolhendo qual console vai comprar, um Atari 2600 ou o Odyssey. Você vê um sistema de vídeo game prata que tem um teclado alfa numérico com aparência de um computador, e mais, o console tem “Space Invaders”  exclusivo para ele. Agora, imagine que o outro sistema de videogame preto com alavancas, que não tem “Space Invaders” ou qualquer outro jogo de Arcade popular que você conheça? Olhando este cenário, você tem que decidir qual console vai comprar.  A maioria optaria pelo Odyssey que parece ser a melhor compra, porque parece mais sofisticado e tem “Space Invaders” . No entanto, você percebe que não tem dinheiro suficiente, então você vai ter que esperar mais um ano ou mais para decidir.


"Então, em 1980, você está 
escolhendo qual console
vai comprar, 
um Atari 2600
ou o Odyssey"


Agora estamos em 1981 e você decide que do natal não passa, que você vai ter um videogame. Então decide dar mais uma olhada para ter certeza de qual deles você deseja. Agora vamos dizer que neste ano de 1981, a Magnavox decide ir em frente e licenciar exclusivamente mais um jogo popular de Arcade, o “Pac-Man” .(Todos nós sabemos com certeza que eles teriam feito facilmente uma grande versão doméstica “para a época”). Agora, o Odyssey tem tanto “Space Invaders” e “Pac-Man” disponíveis para ele, além disso, tem sua aparência prata sofisticada e seu teclado alfa numérico. Mas você também percebe que a Atari está lançando uma versão doméstica do “Asteroids” exclusivamente para o 2600. Você percebe que sua escolha pode demorar um pouco mais. Espere um segundo. Parece que um monte de outras empresas conhecidas como Desenvolvedores de Terceiros, estão fazendo games bacanas para o Odyssey. Humm... Agora o  Odyssey parece ser mais legal ainda, tem um teclado, tem “Space Invaders” , tem “Pac-Man” , tem mais jogos disponíveis para ele por causa dessas empresas terceirizadas, e todo mundo está comprando o console por estas razões. O Atari 2600 é preto com alavancas e só tem o “Asteroides”.  Considerando este cenário, você percebe que o Odyssey  é de longe a melhor compra e você pode comprar ele como todos os seus amigos fizeram no Natal. Durante o próximo ano você percebe que o Odyssey  é o número 1 em vendas de sistema de vídeo game. Fim da história.



Você vê onde estou indo aqui com este cenário? Na realidade, o Odyssey até que vendeu razoavelmente bem, considerando que teve um marketing fraco e não tinha licenças populares de jogos Arcade. Era basicamente o 3 º sistema no início de 1980 nos Estados Unidos, grande parte deste sucesso foi simplesmente devido à sua aparência prata sofisticada e seu teclado. Imagine a combinação das características do Odyssey com apenas as duas licenças de arcade exclusivas de “Space Invaders” e “Pac-Man”? Todo mundo ia querer ter um, pelo menos no  início dos anos 1980 até o final de 1982. Desenvolvedores de Terceiros, teriam feito jogos e até aplicativos usando as características do Odyssey.


"o Odyssey até que vendeu
razoavelmente bem, considerando
que teve um  marketing fraco
e não 
tinha licenças populares
de jogos Arcade"


Será que alguém que leu este artigo honestamente  na mentalidade do primeiro parágrafo teria preferido um Atari 2600? Eu duvido! A menos que talvez você simplesmente ame “Asteroids” e odeie “Space Invaders” ou “Pac-Man”. Com apenas dois movimentos , a Magnavox teria mudado inteiramente a história dos videogames. Eles só não estavam tão comprometidos ou tão ligados na indústria dos videogames quanto o pessoal da Atari. Isso leva a algumas questões finais. Qual a visão das pessoas responsáveis pela divisão de games da Magnavox?  Quem foi o responsável?  Quem tomou as decisões? Será que eles pelo menos tentaram licenciar algum jogo de Arcade popular como “Space Invaders” e “Pac-Man” no início da corrida dos videogames? Alguns até podem lembrar que o Odyssey fez isso com Turtles (Tartarugas)  em 1983, mas já era tarde...  Será que eles realmente tentaram superar o Atari? Estas são perguntas que sempre fiz desde o início da década de 1980. Eu gostaria que alguém finalmente me pudesse me responder

NOTA: Este artigo não está tentando afirmar que o Odyssey  é "melhor" do que o Atari 2600, ou que o Atari 2600 é "melhor" do que o Odyssey, porque é realmente uma questão de preferência. Este artigo é mais uma análise de decisões de marketing que poderiam ter sido tomadas e que mudariam o cenário. Como todos sabemos, na época, tornar possível jogar jogos populares de Arcade em casa foi um grande negócio.


5 comentários:

Marcos Aurélio disse...

Eu não sei quem é o responsável pelo blog, e por essa página. Mas gostaria de deixar os meus sinceros parabéns, e meus agradecimentos, por resgatar esse q pra mim foi o maior sistema de videogame da sua época. O pessoal da Atari foi mais esperto, a nível de negócios, licenciamento e marketing, mas o Odyssey definitivamente foi REVOLUCIONÁRIO. Mais uma vez, PARABÉNS pelo belíssimo trabalho... e obrigado!!! Viva o Odyssey!!! \o/

Mauro Blanco on 23 de abril de 2014 14:54 disse...

Boa noite, gostaria de saber porque até hoje eu ainda não encontrei nestes novos consoles de ultima geração uma coletânea de jogos do Odyssey ? Por favor, quem souber me avise onde comprar , baixar e etc... pois uma jovem senhora de 75 anos, imbatível no Jogo DIDI nos anos 80 , ficaria muito feliz. Grato.

Contato:mg_blanco@hotmail.com

magda rocha disse...

Eu tenho um odyssey com fitas nas caixinhas *-* magda.r84@gmail.com

Dinho disse...

Vejo até hoje o pessoal do Odyssey com underground...
Me lembro que comentei numa lista de desenvolvedores de jogos para video games vintage sobre a possibilidade de um remake do jogo Super Cobra, só que naminha visão, em vez de a tela sumir e aparecer novamente, deveria ter um scroll (efeito de tela rolando)... todos odiaram, queriam manter a tradicional.
Enfim, o Odyssey nasceu e morreu muito conservador.

Angu com Farofa on 2 de outubro de 2015 04:16 disse...

Percebi que o autor não coloca o dia em que o texto foi postado... Este blog, parece que parou no tempo... Eu sou de 1987, e a minha infância foi marcada pelo Odyssey, este grande console... Lendo este seu texto, me senti como uma criança em 1980 escolhendo seu primeiro videogame...

Ocorreu um erro neste gadget
 

Artigos e Notícias

ODYSSEY - O VIDEOGAME DA PHILIPS Copyright © 2009 Designed by Ricardo Silva